Entrada para o noviciado

“O noviciado é a iniciação do seguimento incondicional a Cristo no caminho dos conselhos evangélicos, conforme a espiritualidade de nossa Congregação e seu modo de vida” (Constituições SSpS, 518).

A entrada para o noviciado Panam, no dia 10 de fevereiro, foi um momento muito marcante para as nossas formandas e para todas nós, pois é sempre uma alegria receber um grupo de mulheres que respondem, com coragem, ao chamado de Deus e abraça a vocação missionária em nossa Congregação. 

A Comunidade do Noviciado Panam fica em São Lorenzo, no Paraguai, e atende a todas as Províncias e Regiões do Continente Americano. Neste ano, temos três noviças: duas brasileiras e uma da Argentina. Elas mesmas contam como foi a celebração de entrada para o noviciado.

Noviça Gilda Leguizamón, de Argentina Missiones:

“O ingresso ao noviciado se deu com uma celebração simples, mas muito emotiva, num clima de festa. Nela, senti uma grande alegria em meu interior, que me anima e motiva a continuar a formação. Também me senti acompanhada por todas as irmãs e sei que serei guiada e iluminada pelo Espírito Santo. Foi muito bonito partilhar esta alegria junto com as postulantes.”

Noviça Crislaine Mayra Lopes Pereira, brasileira de Divinópolis-MG:

“Foi um momento muito significativo, lindo, que deu para sentir na pele a presença de Deus e a graça alcançada pela intercessão de Nossa Senhora. O padre nos colocou de frente com a realidade do noviciado e falou também de sua beleza, que é o profundo encontro com Deus. No começo, apresentamos nossos símbolos que, para mim, foi a vela. O padre falou da importância de nos deixar conduzir e, como a vela, deixar ser queimada, ser transformada pelo amor de Deus. Pude fazer a leitura de Isaías, em português: ‘Aqui estou, envia-me’. Foi muito forte. Senti Deus falando comigo. Estou feliz por começar esta nova etapa na Congregação e só tenho que agradecer a Deus por este momento.

Noviça Valdirene Pereira Silva, brasileira de Palmópolis-MG:

“Foi um momento de muita alegria… Muito significativo, pois é mais um passo dado para o conhecimento e compreensão da vida religiosa, da Congregação e do seguimento de Cristo.

Os símbolos que apresentamos nos ajudam a compreender a responsabilidade e as exigências da vida missionária na vivência dos valores evangélicos. O significado que levo para toda vida é a vela, que se consome para levar luz às outras pessoas; o vaso de barro, que se deixa moldar pelo Criador e doador da vida, para servir na entrega total à missão; e o rosário, representando a oração que, diante dos desafios diários, nos ajuda a ter fé e a confiar em Cristo.

Ele é o modelo que me guia e mantém acesa a chama da esperança, para seguir em frente, vivenciando a presença constante do Deus Uno e Trino nas relações comunitárias e com os demais. Estou muito animada e com muitas expectativas. Agradeço a Deus e a Congregação por tantas bênçãos!”

Além das irmãs de várias comunidades e das postulantes que participaram da celebração, também estavam presentes as provinciais do Paraguai, Argentina Missiones e Brasil Norte.

A partir da esquerda: Ir. Graciela Castro (mestra de noviças), Valdirene, Ir. Raquel Peralta (Provincial - Paraguai), Gilda, Ir. Sirley Lapieve (Provincial – Argentina Missiones), Noelia Ramos (noviça do segundo ano), Crislaine, Ir. Maria Percila Vieira (Provincial – Brasil Norte) e Ir. Eva Tapia (formadora da Comunidade do Noviciado).

SSpS - Missionárias Servas do Espírito Santo - Província Stella Matutina - Todos os direitos reservados
Rua São Benedito, 2146 - Santo Amaro - São Paulo - SP | Tel. (11) 5547-7222