Vocação: o que Deus quer de mim?

Agosto é o Mês Vocacional desde 1981, quando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) decidiu incentivar e despertar a responsabilidade vocacional nas comunidades. Desde então, cada domingo do mês celebra a vocação em um estado concreto de vida.

Assim, no primeiro domingo, recordam-se os ministérios ordenados; no segundo, o matrimônio; no terceiro, a vida consagrada; e, no quarto, a vocação dos leigos.

Mas ainda há gente que pensa que a vocação é apenas para pessoas muito especiais e esquece que Deus chama cada um, cada uma de nós. Por isso, antes de conversar sobre a vocação em cada estado de vida, vamos conhecer a vocação na Bíblia.

A Bíblia é cheia de histórias vocacionais, fruto da busca persistente de homens e mulheres que, ao longo dos anos, têm se perguntado: “O que Deus quer de mim? O que ele quer de nós?”.

As respostas a essas perguntas se encontram no Antigo e no Novo Testamento, na vida de pessoas concretas, como Abraão, Agar, Jacó, Moisés, Miriam, Ana, Samuel, Davi, Elias, Amós, Jeremias, Jonas, Jó, Isabel, João Batista, José (esposo de Maria), Maria e os apóstolos.

Essas pessoas são emblemáticas na história da salvação e deixam ver os traços característicos tanto do chamado como da resposta e missão que cada uma delas recebe. Cada narrativa nos faz deparar com a profundeza da pergunta: O que Deus quer de mim? O que Deus quer de nós?

O espírito que inspirou a escrever sobre o fascínio da vocação continua vivo, agindo em nós para que vivenciemos a mesma experiência de Deus.

Ainda que o chamado venha de Deus e a resposta seja da pessoa com uma missão a realizar, nenhuma vocação se repete. As narrativas de vocação na Bíblia convergem na afirmativa: Deus não tira a liberdade das pessoas.

Na Bíblia, podemos perceber as lutas internas que as pessoas chamadas travam no seu interior. Nós também experimentamos esses conflitos internos, pois levamos dentro de nós a grande luta da transformação do mundo e da conversão pessoal ao projeto de amor de Deus.

São Paulo assim expressa a densidade e a profundeza dessa realidade: “Trazemos, porém, este tesouro em vasos de argila, para que esse incomparável poder seja de Deus e não de nós” (2Cor 4,7). Esse é o mistério da vocação.

E você, quais são as lutas que você traz no seu coração? Você também experimenta a grandeza do amor de Deus que se manifesta na fragilidade do seu próprio ser?

Assim como os vocacionados da Bíblia, nós hoje também somos convidados a fazer uma jornada de busca interior e a descobrir o que Deus está pedindo de cada um de nós.

Venha fazer conosco este caminho durante o mês de agosto e descubra um pouco mais sobre sua vocação e o que Deus está querendo. Aproveite para enviar suas perguntas e partilhar suas experiências.

Irmã Juana Ortega, SSpS, é teóloga especializada em Bíblia. Nasceu no México, trabalhou em Moçambique e, atualmente, além de animadora vocacional, acompanha as jovens aspirantes na Comunidade Madre Josefa, em Belo Horizonte-MG.

 

 

 

SSpS - Missionárias Servas do Espírito Santo - Província Stella Matutina - Todos os direitos reservados
Rua São Benedito, 2146 - Santo Amaro - São Paulo - SP | Tel. (11) 5687-7229